Gestão do corpo clínico: 4 dicas infalíveis.

A gestão de uma clínica médica necessita de muita atenção da parte dos gestores. O ambiente engloba inúmeras áreas de atuação, entre eles médicos, enfermeiros, nutricionistas – que formam o corpo clínico -, além de profissionais de outras áreas.

Um dos maiores desafios dos gestores da área da saúde é gerenciar os profissionais que compõe seu corpo clínico. O volume de atividades, pacientes e desafios enfrentados aumenta constantemente. A sucessão de acontecimentos dentro de uma clínica está a todo momento elevando a pressão no ambiente organizacional. Com isso, gerir de forma a manter a organização e ao mesmo tempo motivar e engajar o corpo clínico torna-se uma tarefa importante.
Saiba agora, 4 dicas infalíveis para melhorar a gestão do seu corpo clínico:

 

Gestão do corpo clínico: 4 dicas infalíveis.

1- Implantação da Governança Corporativa e Gestão por Processos.

Ajuda na resolução de problemas e no desenvolvimento a longo prazo de ações ligadas à área administrativa e a gestão. Para isso, é importante a formação e implementação de um Conselho que contenha os membros gestores da clínica, não apenas os ligados ao Corpo Clínico como também a todas as áreas que envolvem a administração.

Criar um espaço onde os gestores possam argumentar, discutir e criar estratégias. Bem como uma área na qual tanto o corpo clínico, como os funcionários de outras áreas possam expressar e trocar ideias com propósitos resolutivos. A troca de ideias e experiências auxilia a diminuir o peso que o gestor clínico é encarregado e possibilita a troca de visões sobre determinada questão.

Saiba como a gestão do corpo clínico pode ser um fator de diferenciação.

 

Gestão do corpo clínico: 4 dicas infalíveis.

2 – Especialização dos gestores.

A intenção ao especializar os gestores é de capacitá-los para exercer uma função de diretoria ou chefia, bem como gestão de pessoas. Cursar uma especialização na área de gestão, frequentar palestras e congressos pode auxiliar a conduzir tanto o corpo clínico como a organização em si.

Veja como a gestão do corpo clínico pode ser um fator de diferenciação.

 

Gestão do corpo clínico: 4 dicas infalíveis.

3 – Elaborar estratégia de formatação de protocolos e diretrizes médicas.

A partir da criação do Conselho e da Especialização dos Gestores, podemos elaborar estratégias e protocolos a serem instaurados e cumpridos. Desde que sejam criados e estruturados para o contexto no qual estão inseridos e com o olhar do gestor, ou seja, quem vai mensurar os dados. É importante que sejam implementados e todo o seu processo seja acompanhado, para isso é necessário a criação de indicativos para a análise e coleta dos dados. Cabe ao gestor mediar, implementar e analisar os protocolos e as diretrizes.

Veja como você pode revolucionar a gestão da sua clínica com nossos Relatório e Indicadores.

 

 

Gestão do corpo clínico: 4 dicas infalíveis.

4 – Investimento em tecnologia.

Por último, mas não menos importante, o investimento e a implementação da tecnologia é algo que pode facilitar a gestão e acompanha as três dicas anteriores. A tecnologia é imprescindível para otimizar os processos. Existem softwares que permitem a implantação das ferramentas citadas acima, como o Conselho ou a aplicação e formulários e protocolos ao corpo clínico.

Entenda porque é tão importante tem um software para sua clínica.

 

Além disso, a tecnologia aliada à área da gestão clínica permite inúmeras facilidades, algumas delas são:

  • Implementação do Prontuário Eletrônico de Pacientes (PEP), um instrumento adequado para o acesso e alcance das informações dos pacientes.
  • Cadastrar e gerenciar o Corpo Clínico, afim de catalogar e ter total conhecimento de quem o compõe. Assim, o gestor pode ser mais eficaz na implementação de ações e na gestão do Corpo Clínico como um todo.
  • Ao trabalhar com plataformas online, o tempo é otimizado, tanto para o paciente como para os médicos.

Confira como funciona o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) na prática. 

Além de trabalhar essas quatro dicas, apoiar e valorizar os seus colaboradores é de extrema importância. São eles que formam o seu Corpo Clínico, a sua Diretoria e o setor Administrativo. O ambiente clínico é um grande organismo e cada um dos colaboradores é uma célula necessária para o funcionamento do mesmo.

 

 


Prontuário eletrônico do paciente Svianet

Prontuário Eletrônico + Relacionamento = Ferramenta competitiva

O prontuário eletrônico é o ambiente digital que tem a função de armazenar e centralizar todas as informações clínicas e administrativas ligadas ao histórico de saúde de um paciente.

Então, se você está à frente de uma clínica ou consultório que ainda não utiliza um prontuário eletrônico, certamente testemunhará tempos muito difíceis, uma vez que o prontuário de papel não será capaz de cumprir essa tarefa tão bem quanto as ferramentas digitais e seu negócio sofrerá um impacto direto deste fator.

Uma clínica ou consultório que permanece com o prontuário de papel terá a abreviação do seu tempo no mercado determinada por um fator mercadológico: os seus concorrentes, com o prontuário eletrônico incorporado de maneira natural aos seus processos, será muito mais eficiente em termos de ATENDIMENTO, RELACIONAMENTO e MARKETING do que você.

Pode parecer uma visão fatalista, mas é só ligar os pontos explicados abaixo.

O PRONTUÁRIO ELETRÔNICO DO PACIENTE AGREGA VALOR AO ATENDIMENTO

O prontuário eletrônico é o documento por meio do qual o médico reúne todos os dados relevantes sobre o paciente, de forma sistematizada pelo software.

Esta sistematização permite que esses dados possam ser usados no futuro para prestar um atendimento melhor e mais preciso, que será percebido pelo paciente em forma de profissionalismo e confiança.

Por sua vez, a falta desta sistematização não apenas acarreta num atendimento mais lento e trabalhoso, como pode significar a perda do bem mais valioso de uma clínica: o próprio paciente.

Eu mesmo vivi uma situação que exemplifica bem o que estou dizendo.

Certa vez, recebi uma prescrição médica em papel que, por descuido acabei perdendo.

Ao ligar para médica, ela não tinha uma “cópia dessa prescrição” – era uma receita bem grande para ser copiada em dois lugares.

É necessário dizer qual impressão me causou?

Pois bem…a chance de eu agendar uma nova consulta foi aniquilada naquele exato momento.

Este contexto já teve, inclusive, considerável repercussão na mídia, mostrando casos ainda mais graves do que este, como os que podem ser vistos neste artigo.

Um paciente como eu, marcado por uma experiência prévia negativa é muito tranquilamente acolhido por qualquer clínica que mostre profissionalismo e eficiência nesse quesito.

PRONTUÁRIO ELETRÔNICO: UMA ABORDAGEM INOVADORA

O prontuário eletrônico, por si só, já auxilia centenas de clínicas a melhorarem seus processos e a se destacarem da concorrência.

O prontuário do SVianet, por sua vez, vai muito além dos prontuários disponíveis hoje no mercado.

Transformamos o prontuário eletrônico numa ferramenta que vai além da verificação do histórico de conduta médica e pode, também, ser utilizado na  estratégia de comunicação do profissional de saúde, sendo seu aliado no apoio ao tratamento do paciente.

Ou seja, as informações geradas pelo prontuário serão utilizadas para finalidades de Relacionamento e Marketing.

E COMO TORNAR O PRONTUÁRIO ELETRÔNICO ESTRATÉGICO NA COMUNICAÇÃO?

Vejamos o seguinte exemplo: se foi registrada uma cirurgia num certo paciente há dois dias atrás, posso criar uma regra AUTOMATIZADA que envie ao paciente um SMS perguntando como ele se sente.

O paciente pode responder esse SMS e, mediante a resposta, a clínica adotar uma ação sobre isso: ligar para ele, enviar um email, marcar um novo agendamento, etc.

Assim, proporcionamos o ENGAJAMENTO DO PACIENTE

Utilizamos dados do prontuário para criar regras de relacionamento que são ativadas no MOMENTO CERTO (momento chave).

Esse momento chave pode ser utilizado para indicar o momento do paciente retornar para uma avaliação, lembrar de medicamento, ou uma orientação específica através da análise de dados no prontuário do paciente.

Exemplo: quando um médico (cardiologista) inclui uma determinada medicação, ele orienta o paciente a realizar um novo agendamento 3 meses depois trazendo novos exames a fim de avaliar o resultado da conduta atual.

O sistema pode enviar uma mensagem ao paciente lembrando da realização dos exames e enviando um link para agendamento da consulta de retorno para avaliação.

Também, é possível utilizar a integração do prontuário com o app de relacionamento, segmentando os pacientes com base no valor de uma variável.

Um exemplo disso, seria programar uma mensagem apenas para os pacientes em que a variável Diagnóstico tenha sido preenchida com o valor Tuberculose.

Isso torna a comunicação da sua clínica com o seu paciente totalmente personalizada e automática

MOTIVOS PARA ADOTAR O PRONTUÁRIO ELETRÔNICO

O que já foi abordado até o momento já é suficientemente forte para justificar a adoção do prontuário eletrônico.

Entretanto, há mais um fator bem pertinente a ser enfatizado: evitar a má caligrafia, que é um dos principais problemas de um prontuário escrito.

Médicos são famosos por prontuários rasurados em decorrência disso.Como consequência são comuns os casos de receitas não compreendidas pelo farmacêutico.

Ou seja, estamos diante de um problema que passou a ser culturalmente tolerado pela sociedade em geral.

Entretanto, não deixa de ser muito grave.

A má caligrafia, muitas vezes, compromete a compreensão das informações e, consequentemente, a prescrição correta de tratamentos e medicamentos.

A verdade, porém, é que essa característica, tão criticada na classe, é o resultado das condições de exercício própria profissão.

Durante uma anamnese, o médico possui muito pouco tempo para anotar muitas informações sobre o paciente e, por isso, o aspecto estético acaba ficando em segundo plano.

Em vista deste contexto, desenvolvemos soluções estratégicas que aceleram a digitação.

Para agilizar a escrita médica, o prontuário eletrônico do Saúde Vianet permite criar modelos de documentos que podem conter uma série de variáveis internas ao longo de um texto aberto.

Essas variáveis são previamente determinadas e podem ser substituídas por diferentes tipos de dados.

Pode ser uma variável de conteúdo fixo, que busca a informação desejada no cadastro do paciente (p.ex. o nome de um paciente ou a data de nascimento).

Uma variável de conteúdo dinâmico pode ser substituída por informações que estão em constante atualização (p.ex. data da última consulta).

Também é possível atribuir um valor à variável no momento do preenchimento do documento (p.ex. variáveis para peso, altura, etc.).

E, apesar de o documento ser em texto corrido, essas variáveis podem ser computadas em fórmulas, como  volume do ovário, que pode ser a multiplicação de outras variáveis.

NA PRÁTICA, O QUE ISSO SIGNIFICA?

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor

Primeiramente, que a digitação de uma receita, laudo médico, histórico de atendimento ou qualquer outro tipo de documento pode ser muito mais rápida.

Além disso, é possível extrair informação com um desempenho muito superior do que a simples localização em um documento de texto aberto.

Ou seja, as informações preenchidas em forma de variável ficam armazenadas em nosso bancos de dados e podem ser lidas em poderosos relatórios que podem, inclusive, cruzá-las para permitir uma análise mais aprofundada.

O prontuário eletrônico também agiliza no agendamento da primeira consulta, no qual um link é enviado para o paciente preencher qualquer documento que seja conveniente (anamnese ou pré-cadastro, por exemplo), tornando o processo mais ágil e profissional.

Veja no link abaixo outras informações mais aprofundadas sobre o tema, fornecidas pelo Conselho Federal de Medicina:

Cartilha prontuário eletrônico: https://portal.cfm.org.br/crmdigital/Cartilha_SBIS_CFM_Prontuario_Eletronico_fev_2012.pdf

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07: http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/cfm/2007/1821_2007.htm

MAS, E POR QUE ALGUNS AINDA NÃO USAM O PRONTUÁRIO ELETRÔNICO?

Há diferentes motivos relatados pelos donos de clínicas para não usarem o prontuário eletrônico do paciente (PEP).

Entretanto, a esmagadora maioria desses motivos, na verdade, são meros pretextos para tentar justificar a resistência às mudanças.

O desconforto em investir um tempo mínimo para implementar os novos processos acaba ofuscando todos os benefícios que o sistema traz consigo.

Entretanto, dentre as razões apresentadas para não adotar a informatização do atendimento, alguns deles são mais elaborados e, de fato, merecem atenção, pois levantam questões pertinentes a serem analisadas.

Uma delas é o receio de que os dados dos pacientes possam ser acessados de forma ilegal ou, até mesmo, comercializados.

É uma preocupação pertinente, mas que já foi resolvida de maneira muito simples.

Renato Françoso Filho, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e diretor de Comunicação da Associação Paulista de Medicina (APM), ao se referir ao prontuário eletrônico unificado adotado pelo Governo de São Paulo em 2013, ressaltou a necessidade de se ter um controle do histórico de acesso às informações produzidas no prontuário.

Ele enfatizou este ponto considerando a possibilidade de que tais informações dados cheguem a convênios de saúde ou a seguros de vida, pois, nesses casos, não se poderia excluir um paciente por conta das doenças que ele tivesse e nem mesmo avaliar a rentabilidade de assegurá-lo ou não com base nessas informações.

Já o presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), Cid Carvalhaes, na mesma ocasião, ressaltou a importância de se registrar quem teve acesso às informações e de que o próprio paciente pudesse acompanhar o prontuário.

“O próprio sistema tem de identificar e gravar quem acessou os dados, garantindo um controle de quem deve ler esse material.”

Os dois ressaltaram que o projeto, que se revelou um grande case de sucesso do prontuário eletrônico na rede pública, só seria eficaz se a tecnologia adotada pelo governo conseguisse gerenciar com agilidade as informações registradas.

E essa é uma das grandes vantagens do prontuário eletrônico do Svianet: as informações geradas são gravadas juntamente com um histórico de acesso, para que possam ser identificados os usuários que acessaram e/ou alteraram alguma informação do documento.

Além disso, informações ricas para uma gestão ágil podem ser exibidas de maneira visualmente simples, rápida e objetiva em nossa tela de indicadores ou em forma de relatórios, ambos personalizáveis.

A questão da validade jurídica do documento gerado pelo prontuário eletrônico também te gerado receio no meio.

Entretanto, vamos explorar o tema mais detalhadamente em outro artigo.

E VOCÊ? USA O PRONTUÁRIO ELETRÔNICO EM SUA CLÍNICA?

Quais são suas principais dúvidas a respeito do assunto? Deixe seu comentário!

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor


POSTS RELACIONADOS


Afiliados Svianet

Afiliados Svianet - Política do programa

Este artigo corresponde à nossa política de afiliados, que descreve o conjunto de regras do nosso programa de bonificação de parceiros.

CADASTRO NO PROGRAMA DE AFILIADOS
Para participar, é obrigatório o cadastro em nosso programa de afiliados.

Uma vez cadastrado, o afiliado pode realizar indicações, acumular bônus e requisitar a utilização dos bônus em serviços Svianet ou em dinheiro.

>> CADASTRE-SE EM NOSSO PROGRAMA DE AFILIADOS

BÔNUS
Os bônus são gerados mediante indicações do nosso Software convertidas em assinaturas diretas, as quais chamamos de assinaturas convertidas.

Ou seja, só existe geração de bônus associado ao afiliado quando o seu indicado se cadastra em nosso teste grátis e, em seguida, assina um de nossos planos.

Desse modo, se um indicado se cadastra no teste grátis e não assina nenhum dos nossos planos, não há geração de bônus relacionado ao indicado em questão.

Entretanto, uma indicação está sempre habilitada a gerar bônus. Isto é, assim que um indicado assina um dos planos, mesmo depois de ter vencido o seu período de testes, o bônus é automaticamente gerado para o afiliado ao qual ele está associado.

ATENÇÃO: Somente serão computados os bônus cujos dados do indicado forem informados por email. Por isso, não se esqueça de nos contactar por email ([email protected]) para informar os dados de uma indicação.

REQUISIÇÃO DO BÔNUS PARA SAQUE EM DINHEIRO
É o valor do bônus que determina quando ele estará disponível para requisição de saque em dinheiro.

As regras de disponibilização para o “saque” seguem as especificações abaixo:

  • bônus abaixo de R$500 disponível no ato do pagamento da segunda mensalidade
  • bônus entre R$500 e R$1200 disponível no ato do pagamento das 2ª e 3ª mensalidades
  • bônus entre R$1200 e R$ 2000 disponível no ato do pagamento das 2ª, 3ª e 4ª mensalidades
  • bônus acima de R$2000 disponível no ato do pagamento das 2ª, 3ª, 4ª e 5ª mensalidades
  • o pagamento parcelado de um determinado bônus só pode ser interrompido se a clínica assinante também interromper o pagamento das mensalidades. Assim que o pagamento das mensalidades for retomado, o pagamento das parcelas do bônus também voltará a ser realizado.

REQUISIÇÃO DO BÔNUS PARA UTILIZAÇÃO NO SVIANET
Os bônus podem ser requisitados para utilização na própria plataforma assim que são gerados e exibidos na tela da conta do afiliado.

O valor deve ser solicitado juntamente com a especificação da forma de utilização (abatimento em mensalidade ou aquisição de pacotes de mensagens de email e/ou SMS).

PLANOS TRIMESTRAIS, SEMESTRAIS OU ANUAIS
Em caso de assinatura de planos trimestrais, semestrais ou anuais, os bônus correspondem ao valor mensal, entretanto, ficam disponíveis para saque 7 dias após a efetivação da assinatura.

**BÔNUS EXTRA**
10 assinaturas realizadas num prazo de 30 dias, por indicação de um mesmo afiliado, lhe garantem um bônus adicional, igual à metade da soma do valor mensal dos novos assinantes.

Por exemplo, se dentro de um período de 30 dias um mesmo afiliado tiver 10 assinaturas convertidas associadas a ele, cada uma no valor de R$100, ele deverá receber os R$1.000 referentes às assinaturas e mais R$500 de bônus extra.

Este bônus é pago mediante o pagamento da terceira mensalidade do último dos 10 assinantes.

REGRAS PARA REQUISIÇÃO DO BÔNUS
1 bônus corresponde ao valor integral da mensalidade assinada pelo indicado, e é gerado no ato da assinatura da mesma.

Entretanto, as requisições de bônus podem ser de utilização na própria plataforma do Svianet ou de saque em dinheiro.

Após enviar uma requisição de utilização, nossa equipe avaliará o pedido e dará um feedback a respeito em até 24h.

Em caso de pagamento em dinheiro, uma vez que o mesmo for liberado, deverá estar em sua conta em até 72h.

À medida que os valores vão sendo disponibilizados para o saque, eles vão sendo somados ao saldo do afiliado.

O afiliado pode requisitar o saque de todo o valor do seu bônus a qualquer momento.

Consulte acima as regras para requisição em cada situação.

INDICAÇÕES

São consideradas indicações/indicados de um afiliado apenas os cadastros no teste grátis.

Só será possível associar o cadastro do indicado ao afiliado que realizou a indicação se o mesmo informar os dados do afiliado por email ([email protected]).

Por isso, para facilitar, é imprescindível que o afiliado chame a atenção do indicado para que este, após realizar o cadastro no teste grátis, nos informe quem o indicou.

 

>> CADASTRE-SE EM NOSSO PROGRAMA DE AFILIADOS

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor


POSTS RELACIONADOS


Agendamento online svianet

Auto Agendamento Online: o aliado forte das finanças da clínica

O Auto Agendamento Online é uma ferramenta que está sendo cada vez mais utilizada pelas clínicas, uma vez que ela consiste em disponibilizar um canal a mais para que os pacientes possam agendar seus atendimentos.

Nós já sabemos que, quanto mais canais de contato existem entre a clínica e o paciente, mais forte é esta relação. Por isso, é importante disponibilizar tantos canais de contato quanto forem possíveis de ser administrados com qualidade pela sua equipe.

Essa importância é ainda maior quando se trata de uma ferramenta cujo objetivo é aumentar o número de agendamentos.

E por que este tratamento especial quando se fala em aumentar os agendamentos?

RESULTADOS REAIS DO AGENDAMENTO FACILITADO

Simples: estudos realizados em resultados reais de dezenas de clínicas apontam um dado comum a todos os exemplos analisados: há uma relação direta entre o número de agendamentos e o faturamento mensal.

No exemplo abaixo, podemos ver o resultado de 1 ano de operação de uma das clínicas analisadas.

Perceba como os agendamentos atendidos (em laranja), ou seja, os que efetivamente geram receitas, acompanham o movimento do total de agendamentos realizados (em azul).

AgendamentosXatendimentos

O impacto direto no faturamento pode ser observado quando se relaciona o faturamento mensal (em laranja) ao número de agendamentos realizados (em azul).

Na vertical, os valores à esquerda representam o faturamento mensal e os da direita, o total de agendamentos).

AgendamentosXFaturamentoÉ necessário, portanto, eliminar ao máximo os obstáculos para que os agendamentos aconteçam.

E é exatamente aí que entra o Auto Agendamento Online: ele é uma ferramenta que limpa o caminho entre o paciente e a clínica no momento do agendamento pois:

  • Está disponível 24h por dia, independente do horário de funcionamento da clínica;
  • Não interrompe o trabalho da equipe de recepção para atender um telefonema de marcação de atendimento

Então, agora que já mostramos o quanto a sua clínica pode ganhar em termos de faturamento e produtividade, vamos entender melhor em que consiste esta ferramenta.

A ferramenta de Auto Agendamento Online é parte do Saúde Vianet e é acessada por um link específico.

>> Veja aqui como configurar a sua agenda online e obter o link de acesso a ela

Então, se você já usa o nosso Software, tudo o que você tem que fazer é colocar no seu site um botão com este link para que seus pacientes acessem a disponibilidade dos profissionais de Saúde da sua clínica/consultório e escolham a data do agendamento.

COMO FUNCIONA O AUTO AGENDAMENTO ONLINE SVIANET

Na tela de Auto Agendamento da sua clínica, o paciente tem a lista dos profissionais, os dias mais próximos com disponibilidade de horário ou qualquer outro dia à sua escolha.

Auto-agendamento online tela principal

Ao selecionar o dia, o paciente vê quais são os horários disponíveis e escolhe o que for mais conveniente.

Logo abaixo, no campo de observações, ele pode dar informações adicionais, informando, por exemplo, se é uma revisão ou consulta de primeira vez.

Auto-agendamento online - selecionar horário

 

Ao clicar em agendar, o paciente deve se identificar. Caso já seja cadastrado para usar o Auto Agendamento, basta que ele insira seu email ou CPF e a sua senha.

Se ainda não for cadastrado, basta clicar na aba “Não sou cadastrado” e preencher um curto formulário, como na imagem abaixo.

Auto-agendamento online cadastro paciente

 

Antes que ele confirme o cadastro, exibimos um resumo das informações do agendamento.

Auto-agendamento online resumo

 

Para confirmar o cadastro, enviamos um SMS com o código de confirmação para o celular cadastrado.

Auto-agendamento online confirmacao

 

Assim que ele inserir o código e confirmar, uma mensagem de sucesso do processo é exibida.

Auto-agendamento online tela sucesso

 

Pronto! Agora a solicitação de agendamento dele já estará visível na sua agenda. Ela aparece como um agendamento no status Marcado (cinza), porém com listras diagonais mais escuras, para que você possa identificar os agendamentos oriundos do auto agendamento online.

Então, é só clicar na notificação que aparece com o número de agendamentos online pendentes para confirmá-lo.

Auto-agendamento online solicitacao pendente

Com este recurso em ação, é só divulgar bastante este prático canal de agendamento para que seus pacientes usem este recurso com mais frequência.

Para esclarecer qualquer dúvida sobre como o nosso Auto Agendamento funciona, fique à vontade para entrar em contato.

Se ainda não usa o Saúde Vianet, teste grátis por 15 dias!

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor


POSTS RELACIONADOS


melhor sistema para clínicas

Atualizações do Svianet: confira as últimas mudanças

O Saúde Vianet está em constante evolução, trazendo para o mundo da Gestão de Clínicas e Consultórios as soluções mais revolucionárias do mercado. Confira abaixo as nossas últimas atualizações:


Relatório de tempo de atendimento médio EM ESPERA e EM ATENDIMENTO

Eis aqui uma maneira rápida e objetiva de se colocar no lugar do paciente sem precisar elaborar questionários e esperar que todos sejam respondidos. Avalie seus atendimentos com relatórios rápidos e precisos.

Navegação
Relatórios >> aba AGENDA >> opção TEMPO DE ATENDIMENTO

2017-07-06 18_59_18-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

2017-07-06 18_59_53-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

 

Relatório de Análise dos agendamentos – inclusão dos valores faturados e perdidos nos agendamentos

Você tem analisado os seus agendamentos numa perspectiva financeira?

Avance para o próximo nível na sua gestão e analise seus agendamentos sob um ponto de vista simples e objetivo, avaliando o retorno dos agendamentos realizados e as perdas ocasionadas pelas faltas num determinado período.

Navegação
Relatórios >> aba AGENDA >> opção ANÁLISE DE AGENDAMENTOS

2017-07-06 19_00_15-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google
2017-07-06 19_00_25-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

 

Relatório de comissão por Profissional

Não perca tempo fazendo muitos cálculos. Obtenha facilmente o relatório de comissões a pagar aos seus profissionais de saúde em nosso App de Relatórios.

Navegação
Relatórios >> aba AGENDA >> opção COMISSÃO POR PROFISSIONAL

2017-07-06 19_00_54-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

2017-07-06 19_01_16-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

 

Super Boleto integrado a Infraestrutura de pagamentos online

Agora é possível emitir boletos de pagamento para os seus pacientes no Saúde Vianet. O boleto está integrado ao Pagar.me, Infraestrutura de pagamentos online, na qual você terá uma conta associada.

Ela irá  gerenciar os boletos emitidos e identificar quando seus pacientes realizarem os pagamentos. Assim, você poderá transferir os valores para a sua conta bancária quando estiverem liberados.

Configuração
Para configurar o seu boleto, clique aqui e leia em nosso artigo que mostra o todo passo-a-passo. Você também pode consultar a nossa equipe de suporte para entender melhor todo o processo e tirar todas as suas dúvidas.

Navegação Relatório de boletos
Relatórios >> aba FINANCEIRO >> opção EXTRATO DE RECEBIMENTOS

2017-07-06 19_01_42-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google2017-07-06 19_01_52-[svianet] texto aumento valor assinatura - Documentos Google

 

Identificação automática do sexo do paciente
Caso você preencha o cadastro do paciente e deixe o campo “Sexo” em branco, o sistema automaticamente identifica o sexo por comparação estatística e preenche o campo. Entretanto, é possível alterá-lo a qualquer momento.

Cabeçalho completo com dados de endereço na impressão da ficha clínica do paciente
Agora é possível configurar o prontuário eletrônico para que imprima automaticamente o endereço do paciente na Ficha clínica. Esta opção pode ser configurada por usuário, ou seja, você pode programar para que apenas alguns profissionais de saúde específicos visualizem o endereço do paciente na impressão. Para ativar esta opção, solicite à nossa equipe através do nosso chat de suporte.

Ficha clínica preenchida pelo paciente
Quer agilizar a dinâmica da recepção? Peça para o seu paciente para que ele preencha o próprio cadastro. Você pode fazer isso enviando-lhe um questionário por email ou ainda disponibilizando um tablet na recepção para que eles possam preencher diretamente. Mais uma melhoria para liberar o seu time de recepção para se dedicar a atividades que exigem mais atenção.

TISS: Gestão do Faturamento por Planos de Saúde
Agora você pode preencher as guias de convênios com apenas um clique, gerar arquivos XML e gerenciar os faturamentos e glosas de maneira prática, tornando a rotina da sua equipe muito mais ágil.

A partir da sua agenda, basta clicar sobre o agendamento para gerar guias completamente preenchidas e prontas para impressão.

Ideal para equipes que perdem muito tempo preenchendo guias e atrasando o atendimento na recepção com tarefas repetitivas e que podem ser facilmente automatizadas.

Clique aqui e veja todas as características dessa nova funcionalidade que já está acelerando o dia-a-dia de centenas de clínicas.

Se precisar de ajuda para configurar o seu TISS, entre em contato com a nossa equipe de suporte.

E então, já conhecia todas essas novidades? Deixe seu comentário e nos conte o que achou!

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor


POSTS RELACIONADOS


Benefícios de um software de gestão para clínicas

Entenda porque é tão importante ter um software para sua clínica

Uma ferramenta para negócios e relacionamento com pacientes

O foco dos médicos e enfermeiros em uma clínica ou consultório deve ser a saúde e o bem estar do paciente, oferecendo um atendimento personalizado, humanizado, diagnósticos precisos e tratamentos efetivos.

No entanto, muitas vezes esses profissionais têm o seu tempo comprometido com tarefas relacionadas à administração do estabelecimento.

Desse modo, quando profissionais de saúde compartilham seu tempo disponível entre atividades relacionadas ao atendimento dos pacientes e atividades administrativas, aumentam drasticamente as probabilidades de erros.

Tais falhas são comumente notadas tanto em procedimentos administrativos e quanto na gestão dos recursos, gerando muitos desperdícios que, obviamente, não são contabilizados, ou ainda pior, nem são percebidos.

Médicos, dentistas, fisioterapeutas e outros profissionais liberais, donos de suas clínicas ou consultórios, de fato não foram preparados para isso lidar com os desafios da gestão, administração e marketing, tão necessários a seu negócio.

Infográfico Grátis datas comemorativas Saúde Vianet

Você é dono de clínica e não usa um software para gerí-la?

Nas clínicas e consultórios que visito pelo Brasil a fora, era – e ainda é – muito comum encontrar desajustes relacionados ao total desencontro de informação. E se a informação em questão for de ordem financeira, a casa passa a ser “organizada” com o samba caótico da contabilidade.

Eis então alguns exemplos clássicos, mais comuns do que se pode imaginar: gastos pessoais misturados aos da clínica; controle de contas a pagar e a receber (falamos mais como controlar as finanças nesse artigo); dificuldade em encontrar prontuários – como digo em alguns consultórios, a “balada das fichas clínicas”; confirmação de consulta e o elevado absenteísmo, controle do faturamento com operadoras de saúde e muito mais pode ser enumerado.

Os empreendedores desse segmento tem conhecimento dos problemas elencados, porém possuem grande dificuldade em dedicar um tempo finito para lidar com a questão de maneira eficiente.

No entanto, a crise econômica atual, tem sido um grande catalisador para busca da eficiência operacional

Simplesmente, não há mais espaço para desperdícios.  Todos problemas citados podem ser reduzidos e até eliminados com a adoção de ferramentas corretas aliados a processos bem definidos. Veja a entrevista de um empresário do segmento falando desse tópico.

Foi para eliminar esse gap na gestão de clínicas e consultórios que criamos o Saúde Vianet – uma plataforma integrada de serviços para área de saúde.

É um conjunto de aplicativos projetados especificamente para este setor. Dedicamos inteligência e esforço para estarmos sempre um passo à frente de nosso tempo, de forma que ajudamos você a ser um empreendedor mais consciente de seu negócio.

“Os empreendedores desse segmento tem conhecimento dos problemas elencados, porém possuem grande dificuldade em dedicar um tempo finito para lidar com a questão de maneira eficiente”

Assim, como empreendedor da área e observador dos fenômenos a ela inerentes, digo que podemos entender este contexto como uma situação limite, na qual é cada vez mais urgente a necessidade de uma gestão mais precisa das informações administrativas.

E, dentro deste contexto, um fenômeno que venho observando – e que merece bastante atenção e cuidado – é o surgimento de uma legião de “Messias da Gestão em Saúde”, ou seja, “salvadores” que prometem revolucionar, como mágica, o quadro desorganizado do empresário deste segmento.

Investir tempo, atenção e dinheiro em propostas com esta abordagem só não será totalmente em vão porque vai te alimentar de esperanças. É duro, mas é isso mesmo!!

Desse modo, antes de buscar cursos com chamadas explosivas, faça o básico e avance um passo de cada vez

Se você percebe que a sua clínica ou consultório ainda está no século passado, não espere mais para atualizar tudo, a hora é agora!

Mas tenha em mente que se trata de um processo que você pode contar conosco nessa jornada.

Somos uma empresa jovem e parceira e vamos te auxiliar em todas as etapas necessárias à transição do uso de fichas clínicas no papel, planilhas de Excel ou mesmo agenda do Google, para uma solução também simples, porém, muito mais poderosa.

É este o seu caso? Seu consultório está no século passado?

Se sim, qual o principal motivo para ainda não ter adotado soluções digitais?

Tudo bem, sabemos que mudar, dar um passo adiante, é sempre um desafio em qualquer área.

Logo, podemos dizer que o fator cultura é um motivo que parece bastante plausível para esta resistência, pois trata-se da tendência inconsciente em fazer as coisas como sempre foram feitas, no piloto automático.

Mas, uma cultura empresarial que nunca é revista contribui para manter o estado das coisas exatamente como elas estão e, consequentemente, para a estagnação do negócio frente à concorrência. 

Então, se a cultura, embora seja um motivo real, não é um motivo plausível, podemos arriscar outro: a validade jurídica do prontuário eletrônico.

Este é um dos argumentos que mais escuto para justificar a adoção PARCIAL de um software para clínica, ou seja, mantendo a gestão das informações dos pacientes em papel.

Posso afirmar que essa alegação carece de solidez por uma série de argumentos que, por si só, dariam origem a um outro artigo.

Antes de mostrar alguns fatos, faço questão de pontuar que é um tanto perigoso comprometer a estrutura gerencial de várias áreas de um negócio por conta de um ponto específico.

Ou seja, não se pode perder a oportunidade de reduzir o número de faltas com uma agenda inteligente, de melhorar o controle de recebimentos com um faturamento integrado à agenda ou de conhecer o fluxo de caixa da sua clínica pelo medo da adoção de uma ferramenta nova.

Mas, apenas para ilustrar, coloco aqui apenas dois fatos simples: 1) a assinatura digital com certificação eletrônica equivale a uma assinatura física e 2) o Prontuário Eletrônico do Svianet está preparado para isso (alternativamente, você pode manter o modus operandi padrão para os pacientes “mais complicados”).

Imagine o quanto você perde ao não adotar a nossa tecnologia, que vincula dados do prontuário ao relacionamento com paciente, segmentando-os com base no valor de uma variável, ou seja, com base no que foi preenchido num determinado campo.

Um exemplo disso, seria programar uma mensagem apenas para os pacientes em que a variável Diagnóstico tenha sido preenchida com determinado valor X, podendo enviar uma sequência de mensagens altamente personalizadas.

O sistema ainda permite que você crie uma segmentação ainda mais específica, adicionando um filtro por idade, por exemplo. Desse modo, você pode enviar mensagens apenas para mulheres acima de 40 anos diagnosticadas com esta variável de valor X.

Uma avaliação rápida deste exemplo já é suficiente para a adoção de uma plataforma integrada de gestão, pois mostra uma solução em que é os resultados são mensuráveis e perceptíveis num curto prazo, uma vez que o paciente se entende mais acolhido, tende a confiar mais na instituição e agrega muito mais valor ao seu atendimento.

Se ter um prontuário ágil, juridicamente válido e integrado a uma ferramenta de comunicação não lhe parece algo muito próximo das suas necessidades, imagine algo mais corriqueiro.

Imagine a praticidade de ter, no seu bolso, acesso ao prontuário de seu paciente quando precisar. Agora pode parecer pouco palpável, mas da próxima vez que tiver que fazer uma consulta rápida e urgente à informação de qualquer paciente você vai se lembrar deste artigo.

Eu não poderia deixar de falar do gasto com papel, e o espaço físico necessário para armazenamento. Quantas vezes você já reescreveu a mesma informação sobre um paciente, simplesmente por não localizar sua ficha?

Com os exemplos acima fica fácil entender por que contratar um Software para gestão de clínicas e consultórios é tão indispensável hoje em dia. 

É o tipo de solução que se reverte em economia de tempo, por simplificar as rotinas administrativas, e em aumento de faturamento, por ajudar na captação e manutenção de pacientes.

Sabemos o quanto suado é seu dinheiro e fazemos que valha a pena para você.  

E o melhor é que você não precisará gastar uma fortuna nesta implementação. Fale com a gente e tire todas as suas dúvidas.

PRINCIPAIS  BENEFÍCIOS DO USO DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DA CLÍNICA 

Agenda eletrônica

Essa agenda de fato ajuda na redução da abstenção, podendo utilizar uma estratégia de múltiplos canais de comunicação com o paciente: email, SMS e torpedo de voz. Apenas com SMS sabemos que recuperamos em torno de 40% dos faltosos. Além disso, nossa agenda é perfeita para clínicas com mais de 5 profissionais.

Integrada a uma central de telefonia, pode registrar um histórico completo de toda a comunicação realizada com o paciente. A economia é sentida logo nos primeiros dias, com muito mais agilidade na localização de horários disponíveis.

A agenda do Svianet, confirma o atendimento, vincula a mensagens posteriores de relacionamento, coleta pesquisa de satisfação, mede a produtividade dos colaboradores e possibilita uma série de outros indicadores, como o tempo de espera ou atraso no atendimento. É uma pequena revolução!

Além disso, podemos publicar a agenda da clínica de forma online. Veja como exemplo a agenda da Clínica Facilitaem Salvador e da Clínica Dr. Sem Filasem Goiânia  

Eu digo que quem usa a agenda do Svianet trabalha mais feliz e se percebe mais produtivo.

Digo isto com segurança, pois é este o feedback que as secretárias tem nos passado é justamente de que “o uso de software para consultórios médicos é bem amigável, tornando as tarefas mais simples e tudo mais inteligente”.

Prontuários Eletrônicos

Empregando um sistema médico online, pode-se ter acesso a todas as informações dos pacientes a partir de qualquer lugar, não é preciso estar necessariamente na clínica.

Nossos clientes adoram a portabilidade e o acesso pelo celular, inclusive tirando fotos. Estas ferramentas criam um vínculo muito mais próximo de quem é cuidado pelo consultório, contribuindo para um atendimento personalizado, competente e mais humano. E com validade jurídica, sim senhor, pois podemos utilizar o sistema de assinatura digital.

Conectividade 

Com um sistema médico online, você pode ter acesso a todas as informações dos pacientes de onde você estiver. Prontuários, cadastros e agenda médica estão disponíveis em qualquer dispositivo conectado, como tablets e smartphones.

Atendimento personalizado e humanizado

Estas ferramentas permitem um contato muito mais próximo do paciente, colaborando para um atendimento personalizado e mais humano.

Conhecimento profundo dos pacientes

Um Prontuário Eletrônico tão bem elaborado como o do Saúde Vianet permite uma melhor gestão ao gerar estatísticas sobre os pacientes, possibilitando um melhor conhecimento dos mesmos com base em informações das consultas realizadas.

Acessível/Baixo custo de implantação

O custo de implantação é proporcionalmente baixo e acessível, considerando todas as vantagens em termos de ganho de tempo, melhorias no atendimento e, como consequência, um ganho de prestígio substancial da imagem da clínica perante seus públicos. O investimento de implantação acaba compensando os gastos com papéis, material de arquivo, insumos físicos e tempo da equipe.

Segurança das informações

Os dados abrigados por um software de gestão de clínicas são extremamente seguros. Há diferentes níveis de usuários com diferentes níveis de permissões para acessar dados de pacientes, informações administrativas e financeiras. Ainda que o software seja acessado via web, há alta tecnologia empregada para proteção dos dados, a fim de que nada seja vazado e acessado de forma indevida. Os softwares mais modernos utilizam o sistema de armazenamento de dados na nuvem, o que propicia a realização de backups constantes do conteúdo armazenado.

Gestão de estoques e do relacionamento com fornecedores

O gerenciamento de estoques, recursos humanos, negociações com fornecedores e outros aspectos importantes da administração e infraestrutura da clínica se torna muito mais prático de ser executado por meio das diversas funcionalidades do software. Ele fornece estatísticas inteligentes e muito importantes para a gestão da clínica.

Uso amigável

Muitos softwares possuem uma interface simples, com telas de fácil navegação, mas deixam a desejar no que diz respeito a como o processo foi desenhado. Para avaliar melhor, fique atento à quantidade de campos e de cliques necessários para alternar entre campos e páginas.

Controle financeiro

Vários softwares oferecem uma ferramenta para análise de ganhos e gastos: os valores oriundos de cada convênio, os valores de pacientes particulares, propiciando realizar todo o fluxo de caixa da clínica de maneira simples e organizada.

Além disso, geram recibos e permitem acesso a modelos de e-mails prontos. O sistema oferece a opção de relatórios completos de atendimentos, de produtos comprados, de gastos e recebimentos.

Muitos softwares disponibilizam planilhas de organização de contas a pagar, folha de pagamentos, compras do consultório e substituição de equipamentos. Fornecem gráficos automáticos com métricas.

Redução de custos

Eu sei que você deve estar se perguntando sobre os gastos que esse sistema de gestão acarretará ao seu orçamento.

É necessário, sim, um investimento para a implantação de um software desse tipo, mas o retorno vem através de aumento de produtividade, redução de tempo gasto na realização de atividades rotineiras, benefícios para os profissionais envolvidos no negócio e para os pacientes.

Um negócio automatizado e mais organizado certamente tem seu desempenho otimizado em até 30%.

Em resumo, tratamentos e procedimentos bem gerenciados levam a custos mais enxutos, a uma maior rentabilidade para a clínica, à redução de desperdícios e de gastos desnecessários, à economia de tempo dos profissionais de saúde e da equipe administrativa e, o mais importante: a pacientes atendidos com eficiência e mais satisfeitos, o que poderá levar mais e mais pacientes a procurarem pela clínica.

Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor


POSTS RELACIONADOS


Software para clínicas populares: empresário revela qual o melhor

Empresário revela os bastidores de uma clínica popular

Para tornar mais palpável tudo o que foi apresentado no e-book anterior, fizemos uma breve entrevista com o Empresário Paulo Campos.

Diretor da Clínica Facilita, sediada no coração financeiro de Salvador, a maior capital do Nordeste, nos passou uma visão bem completa do universo de Clínicas Populares.

Nesse rápido bate-papo, ele mostra como vislumbrou a oportunidade de mercado e como o uso de recursos tecnológicos tem sido essencial na difícil tarefa de manter o complexo negócio inteiratamente sob controle.

Ele não abre mão dessa estratégia para se manter competitivo no mercado, uma vez que a boa oportunidade atrai diversos competidores, tornando imprescindível a necessidade de estar sempre à frente.

Entrevista

Dentre tantas opções de negócio a se montar na área da saúde, por que uma clínica popular?

Na verdade, acho o termo “Clínica de Varejo” mais adequado, pois mostra que é uma clínica mais acessível às pessoas, independente de elas terem plano de saúde ou não. Este é, inclusive, o modelo mais visto nos Estados Unidos, por exemplo.

A ideia de montar a Clínica Facilita foi, justamente, pensando em tornar o acesso a saúde mais fácil, num cenário em que muitos estão perdendo seus planos de saúde ou são mal atendidos pela rede pública.

Desde o início do projeto, o nosso foco principal era de criar uma clínica que fosse mais fácil de as pessoas chegarem, mais fácil de marcar uma consulta e se consultarem. Tivemos a preocupação de ter um local com estacionamento, de ter ponto de ônibus perto, dentre outros detalhes.

Facilidade, ambiente confortável e qualidade de atendimento são valores que pretendemos replicar em todas as unidades futuras da Clínica Facilita.

Quais as principais dificuldades encontradas para montar uma equipe multidisciplinar?

Realmente, não é uma coisa simples montar uma equipe multidisciplinar, com diversos profissionais, de diferentes áreas da saúde. É papel do gestor da clínica captar estes profissionais no mercado e, para isso, ter um bom Diretor Técnico e uma estrutura adequada que passe segurança aos profissionais é fundamental.

Visto isso, o próximo passo é divulgar a clínica, mostrar que chegou no mercado local, o que acaba atraindo profissionais. Isso permite que se vá montando a equipe aos poucos, pois, às vezes você tem a procura pela especialidade, mas não tem o profissional; outras vezes, se tem o profissional de uma especialidade que não tem demanda.

Então, para encaixar esse processo, é preciso muita estratégia e muita visão do mercado local. Acredito que seja uma das maiores dificuldades para quem está montando uma clínica nova: encaixar a demanda de pacientes com a oferta de médicos.

Vimos a formação de grandes grupos neste segmento, como Dr. Consulta, e a pulverização local, ainda que regional, desse Modelo. Quais os principais desafios para uma eventual consolidação diante, por exemplo, da forte concorrência no segmento?

Em todo mercado tem concorrência. Se você tiver medo de concorrência, não abre negócio em nenhum lugar do mundo, em nenhum país, nem no Brasil, nem em Salvador, enfim…

Temos que estar prontos para abrir o nosso negócio e trabalhar prezando pela qualidade. Deve-se pensar sempre em atender o paciente da melhor maneira possível. É importante se lembrar, também, do paciente enquanto cliente. Ele deve pagar um preço justo pelo serviço prestado, para que retorne sempre. Assim, nós podemos crescer e expandir nosso negócio, seja através de franquias, seja através de novas unidades, etc.

Essa é a nossa visão aqui na Clínica Facilita: crescer com qualidade, de forma sustentável para nos consolidarmos no mercado aos poucos.
Não temos medo de concorrência, pois isso faz parte de qualquer mercado aberto e acredito que esse formato de negócio tenda a se consolidar nesse mercado de clínicas. Pretendemos e esperamos,ser um dos players desse novo mercado.

Então, vocês estão abertos a franquear?

Sim, temos interesse em franquear. Estamos nos estruturando para que isso já possa ocorrer a partir do segundo semestre de 2017. Já há empresários interessados em conversar a respeito. Porém, só teremos mais detalhes do processo a partir do próximo semestre, quando já estivermos mais estruturados, uma vez que um negócio de clínicas é muito complexo e os procedimentos tem que estar muito amarrados.

Qual a importância do Marketing na estrutura de custos para iniciar e manter rodando um negócio desse tipo?

Um bom planejamento de Marketing é fundamental para o início de qualquer negócio, independente do segmento. Na área de Saúde não é diferente. Por muitos anos, talvez a questão do Marketing na área de Saúde tenha sido um pouco negligenciada por conta dos planos de saúde, que eram a grande fonte de clientes para uma clínica recém criada. Hoje em dia, já não é mais assim. Por isso, é imprescindível ter um bom plano de Marketing, criar uma boa marca ou ter uma boa marca por trás, como por exemplo, a da Clínica Facilita.

Essa marca que nós temos demandou um custo alto e muito trabalho para ser denvolvida. As pessoas não tem noção do quanto é trabalhoso criar uma marca consistente, colocá-la no mercado e fazer com que as pessoas conheçam e tenham contato com ela. Então, o Plano de Marketing é fundamental, desde a contratação de uma agência de publicidade para a criação da marca, a escolha das mídias que você vai utilizar para divulgar, o investimento que você vai fazer em cada mídia, porque o retorno de cada mídia é diferente…

No início você não tem escala, então usar mídias mais pulverizadas como rádio ou TV acaba não trazendo o volume necessário versus o que se investiu. É preciso ser uma coisa muito bem pensada, e que às vezes o empreendedor na área de saúde, principalmente quando não tem experiência no segmento de varejo, acaba tendo dificuldade ou investindo muito e não tendo retorno, ou mesmo investindo aquém do necessário para fazer com que o negócio tenha o movimento necessário para girar sozinho.

O que foi determinante na escolha do software para o grupo?

Nós pesquisamos muito e vimos os diversos Softwares do mercado. Avaliamos diversos fornecedores na Bahia e em São Paulo, e optamos pelo Saúde Vianet porque, na minha visão, ele é o Software que melhor atende ao nosso estilo de marcação, tem o aspecto visual mais confortável, mais facilidade na importação de dados, facilidade de manuseio por parte da equipe e, sem dúvida, o maior potencial de desenvolvimento tecnológico.

Existiam softwares mais antigos no mercado e mais caros. Mas optamos por aquele que entendemos como parceiro, capaz de crescer junto conosco, agregando cada vez mais novas opções e funcionalidades no software de acordo com a nossa necessidade – e é o que vem acontecendo nesses 6 meses de operação, o software vem evoluindo juntamente com a clínica.

Como você cuida da comunicação com os seus pacientes?

Nós temos uma agência de publicidade que cuida da nossa comunicação e cria nossas peças – tanto as que rodam em nossas TV´s internas, quanto as que vão para o mercado. Obviamente, tudo ocorre com meu acompanhamento, que sou o gestor e, por isso, é meu papel pensar na estratégia, junto com a agência, para podermos comunicar ao mercado.

Também utilizamos o telemarketing, utilizando a base de pacientes que fomos criando ao longo da evolução do negócio, SMS e emails, que são ferramentas que já estão disponíveis no Saúde Vianet.

Uma clínica popular tem um fluxo de pacientes muito alto. Como a sua recepção consegue organizar o alto fluxo de agendamentos e ainda dar conta do atendimento aos pacientes?

Esse é um ponto, de novo, importantíssimo não só para clínicas, mas para qualquer negócio: sem controle não há gestão, e se você não faz a gestão do seu negócio, naturalmente, você não vai ter sucesso. Uma coisa deriva da outra.

Você precisa controlar custos, as receitas, a curva de quais médicos estão produzindo mais, quais especialidades são mais procuradas, quais são as maiores despesas da sua clínica, de onde vem o seu cliente, qual o perfil do seu cliente, etc.

Isto é, um somatório de informações que, se não forem tratadas pelo gestor, as chances de se obter sucesso em qualquer negócio – não só em clínicas – é muito pequena.

E o mundo está cada vez mais complexo, você precisa ter indicadores sempre à sua mão, de forma fácil, de visão simples, para você poder monitorar o seu negócio, orientar a sua equipe e conquistar cada vez mais clientes.

Como você faz para organizar as informações dos pacientes? E os documentos produzidos nas consultas?

Minha organização é pautada numa geração mínima de papel.Os laudos e as receitas são levados pelo paciente. Já as solicitações de exames, nós as guardamos por alguns meses, muito mais para efeito de arquivo e controle dos pacientes, o que gera muito pouco documento físico.
No entanto, guardamos uma versão impressa de alguns poucos relatórios do negócio, como por exemplo, de faturamento e despesas. Conduzimos dessa forma porque não faz sentido acumular papel, em pleno século XXI, a menos que seja realmente necessário.

Para dar conta de tudo, é necessário muita organização. Como otimizar a gestão de tantas informações, mantendo uma equipe o mais enxuta possível sem perder a qualidade e a confiabilidade das informações?

Isso varia muito com a experiência do gestor. Você tem que manter a sua equipe organizada, manter seus controles em dia, ter os procedimentos operacionais corretos, afinal, estamos falando de clínica, de saúde das pessoas.

Para a equipe de recepção conseguir dar conta da quantidade de movimento da clínica, atendimento telefônico, conferência de agendamento online, recepção na porta, suporte aos médicos que podem precisar de alguma coisa, etc., é, realmente, muita coisa ao mesmo tempo. Para mim, o mais importante é padronização do atendimento e, treinamento da equipe.

Se você não tiver um treinamento padrão para a sua equipe, se você não orientar como o atendimento deve ser feito as coisas se embolam, a equipe não prioriza o que deve ser feito e acaba que o paciente sente isso durante a confusão que vira a recepção com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo.

Então, o Software vem muito para ajudar: uma vez que ele é fácil de ler e fácil de mexer, acaba economizando tempo da equipe para que ela possa se dedicar melhor ao atendimento ao público.

Se você perde muito tempo com o software, acaba não tendo tempo para se dedicar ao que é mais precioso para o seu negócio: o seu cliente.


POSTS RELACIONADOS


Clínicas populares: entenda o sucesso deste modelo

Clínicas populares: entenda por que estão fazendo tanto sucesso

Por que estudar este mercado?

O crescimento do modelo de clínica popular é um fenômeno que merece uma atenção especial. Nas últimas décadas, houve um crescimento vertiginoso desse tipo de negócio e ainda há espaço para um “boom” ainda maior.

Os serviços médicos elementares, de acordo com a nossa Constituição, são um dever do Estado. Entretanto, diante da incapacidade deste de atender ao menos a metade da demanda posta, abre-se uma grande oportunidade no mercado.

Isso tem motivado empresas médicas a concretizarem seu projeto de sair das tradicionais parcerias com as OPS’s (Operadoras de Planos de Saúde) e se lançarem nesta alternativa, que tem se mostrado muito rentável.
A insatisfação dos usuários de planos de saú­de com o serviço contratado é outro fator que acaba tornando esse campo cada vez mais fértil ao surgimento de novos negócios.

Para ajudar você, empresário da área de Saúde, que busca oportunidades mais lucrativos dentro do seu segmento de mercado, produzimos este rico material.

Com ele, você terá uma visão ampliada do mercado e, consequentemente, mais facilidade para avaliar as vantagens de se investir neste segmento.

Modelo nacional de sucesso

No País inteiro, principalmente no Nordeste e Centro-Oeste, vê-se uma propagação desse modelo de empresa médica. Estão voltadas, principalmente, para as classes C, D e uma parcela da E. Esse público, inevitavelmente, usava o Sistema Único de Saúde (SUS), diante da falta de opções que coubessem em seu orçamento.

Todavia, à medida que as condições financeiras foram melhorando, passaram a buscar atendimento por esse modelo alternativo de assistência à saúde.

Em suma: o público da clínica médica popular é formado, em grande parte, pelas parcelas de usuários insatisfeitos com as condições de atendimento do SUS e que conseguem arcar com consultas a preços mais acessíveis.

Estas parcelas compõem o “transbordo do SUS” que, somadas, chegam a, aproximadamente, 50% do total de usuários do serviço público.

“A má qualidade do serviço público joga a favor dessas empresas.”, afirma Renato Meirelles, presidente da consultoria Data Popular. De acordo com uma pesquisa do Datafolha, 93% dos usuários do SUS estão insatisfeitos com o serviço.

Ademais, os clientes dessas clínicas (com renda mensal de até 1200 reais) têm dificuldade para pagar um plano de saúde, mas conseguem arcar com tratamentos esporádicos.

Além do preço acessível e de outras várias características interessam muito aos usuários do SUS, podemos destacar o pronto atendimento.

Vejamos uma simples comparação: pelo SUS, enquanto o atendimento a uma consulta pode demorar, em várias cidades brasileiras, mais de 60 dias para ocorrer, nas clínicas populares costumam atender em, no máximo, 48 horas.

O quadro nacional de desemprego também contribui bastante para o crescente interesse da população por esse tipo de serviço médico. Há registros de um aumento de cerca de 30% no volume de atendimento como reflexo dos desempregados que estão perdendo o seu plano de saúde.

Segundo Artur Shoiti, consultor do Sebrae, a população que já teve acesso a planos de saúde e hoje em dia não tem mais condições de pagar dificilmente aceita voltar para o Sistema Único de Saúde. “Isso gerou uma lacuna, que agora está sendo preenchida pelas clínicas populares”, diz.

Os preços dos serviços médicos na clínica popular se ajustam à realidade econômica do seu público-alvo. Com isso, é possível oferecer serviços de qualidade com preços superiores aos pagos pelas OPS’s. Além disso observa-se no segmento uma liquidez imediata de mais de 74% do faturamento. Indiscutivelmente atrativo.

Antes explorado exclusivamente por médicos, o mercado de clínicas médicas populares está sendo invadido por empresas de investimentos financeiros, pois enxergam nesse nicho excelentes oportunidades de mercado. Isso explica uma maior incidência destes grandes empreendimentos nos grandes centros do País.

Já em relação aos possíveis riscos desse mercado, Shoiti afirma que o investimento que tem sido feito nesse mercado por grandes grupos de empresários é totalmente compatível e tem retorno certo. “Com consultas mais rápidas, elas ganham em volume e têm lucro exponencial”, afirma.

O maior risco, segundo ele, é o médico não dedicar o tempo necessário para ouvir o paciente e descuidar da qualidade do atendimento, o que pode colocar em cheque a saúde, tanto do paciente quanto do negócio.

Em relação ao macro-ambiente, entretanto, não há, teoricamente, perspectivas de uma mudança drástica no ambiente da concorrência por um bom tempo. Diz-se isso porque a demanda da clientela do SUS tende a continuar mal atendida pelo Estado.

Desse modo, apenas se fossem feitos vertiginosos investimentos púbicos nos próximos 15 anos, quintuplicando os atuais recursos destinados a essa pasta pública é que veríamos uma ameaça consistente e relevante.

E, em se tratando de Brasil, para que a Saúde Pública funcione realmente, não apenas o volume de investimentos deve ser massificado, mas a gestão dos recursos destinados à saúde pública deveria ser otimizada, com maior eficiência e transparência.

Ou seja, enquanto o cenário não mudar nesse sentido, as clínicas médicas populares tem muito espaço para atuar e se estabelecer em todo o Brasil.

Receitas mais “limpas”

Observa-se, já há bastante tempo, uma estagnação no mercado de clínicas médicas em praticamente todo o território brasileiro. Esse cenário é consequência direta da má remuneração praticada pelos planos de saúde e convênios médicos, pouco atrativa para a maioria dos investidores.

Além da possibilidade de uma melhor remuneração pelo serviço oferecido, um grande atrativo mercadológico das clínicas médicas populares para os investidores é a característica dos pagamentos: 80% das receitas financeiras advêm de pagamentos diretos dos clientes e apenas 20% advêm de planos de saúde e convênios médicos (quando há abertura para procedimentos realizados por planos, em casos muito específicos).

Dos pagamentos diretos, aproximadamente 67% são em dinheiro e cheques, 25% são em cartões de créditos e o restante, em outras formas de pagamento.

Boa parte desse tipo de clínicas realiza exclusivamente o atendimento direto aos clientes. Nesses casos não se atende usuários dos planos de saúde e convênios médicos. Com isso, busca-se cortar ao máximo os custos com essas operações e mitigar prejuízos financeiros, atrasos e sobrecargas operacionais com possíveis glosas.

Alternativa para todos

Este modelo tem se mostrado uma ótima alternativa a todas as partes envolvidas na construção desse mercado.

Para os pacientes, o modelo vem acolhendo uma crescente parcela insatisfeita com os planos de saú­de. Há três anos, o segmento de planos lidera o ranking das reclamações do Instituto Brasileiro de Defesa ao Consumidor. O preço está aumentando — a alta foi de 16% no último ano.

Entre os médicos, a insatisfação também é grande. Os planos pagam, em média, 40% do preço da consulta — algo como 50 reais. Descontados gastos com aluguel, secretária, água, luz e telefone, so­bra pouco mais de 6000 reais por mês pa­ra um médico que atenda apenas clientes do plano, segundo estimativas de mercado.
As clínicas populares criaram um modelo para atrair os descontentes. Elas repassam aos médicos, normalmente, entre 50 e 60% da receita das consultas, e bancam todas as despesas.
Estimativas apontam que os médicos, em clínicas deste tipo, chegam a um ganho médio de 17000 reais por mês. É metade do que ganhariam em hospitais de ponta, mas o triplo do que receberiam atendendo apenas clientes de planos de saúde.

“Durante muito tempo, as opções de um estudante de medicina eram abrir um consultório e conquistar clientes do plano de saúde ou ser plantonista em hospitais”, diz José Bonamigo, diretor da Associação Médica Brasileira. “As clínicas populares são uma boa opção.”

Entretanto, aí reside um ponto no qual os empresários devem prestar bastante atenção. Uma vez que boa parte do valor da consulta é repassada aos médicos, deve-se focar nas consultas simples, como definição do grau de óculos ou tratamentos de manchas de pele. Desse modo, os tratamentos mais complexos passam a ser encaminhados aos hospitais tradicionais.

Com isso, há um manejo mais inteligente dos custos e aumenta-se a frequência dos atendimentos, gerando um impacto positivo no fluxo de caixa.

Mesmo tomando essas precauções, a margem de lucro fica abaixo de 5%. Além disso, aumento da concorrência decorrente da rápida propagação do modelo deve aumentar também a complexidade na gestão destes negócios.

Essas empresas, acostumadas a competir com os planos de saúde, deverão passar a disputar médicos entre si. Fechar as contas no azul, atrair bons médicos, atender bem os pacientes.

O desafio é grande, mas, com o SUS indo de mal a pior, mercado não há de faltar.

O preço: um dos fatores-chave de sucesso

A nomenclatura “popular” vem do grande diferencial de preços cobrados pelos serviços em relação ao praticado pelo atendimento particular convencional (privado).

Os preços conhecidos como populares costumam ter uma variação média de 25% a 40% dos preços cobrados pelos serviços particulares. Em Clínicas Populares, consultas e exames médicos chegam a ser até dez vezes mais baratas do que em hospitais particulares e grandes laboratórios. Veja alguns exemplos:

Clínica Fares

Com 300 profissionais de saúde, atende em 30 especialidades médicas. A clínica oferece consultas com valores entre R$60,00 e R$140,00. Consultas em especialidades mais procuradas, como ginecologia, dermatologia, oftalmologia, ortopedia e urologia custam de R$80,00.

O exame mais barato da clínica, o de glicose, custa R$5,50, mas o paciente também encontra outros com preços acessíveis como hemograma por R$ 9,00, colesterol total por R$ 5,00, urina por R$ 10,00, triglicerídeos por R$ 6,50 entre outros. Exames mais complexos possuem valores mais altos mas, ainda assim, abaixo do mercado, como por exemplo o Papanicolau por R$36,00, colposcopia por R$ 58,00, ultrassom transvaginal por R$65,00, ultrassom obstétrico por R$ 75,00, mamografia por R$ 120,00, entre outros.

A clínica também faz atendimentos estéticos. O peeling superficial é um dos procedimentos mais procurados e custa R$ 90,00. Procedimentos mais caros como botox podem ser parcelados em 10 parcelas de R$120,00.

Dr Atende

A clínica, que existe há quase dois anos, atende 18 especialidades médicas e cobra preço único de R$ 150,00. Oferece exames de imagem e laboratoriais a partir de R$ 25,00.

Dr Família

Possui parceria 60 profissionais médicos e multiprofissionais atuantes em 32 especialidades através de suas unidades de atendimento. O valor das consultas é entre R$ 80,00 e R$ 120,00. Já os exames partem de R$ R$ 5 (Glicemia) e podem chegar a R$ 190 (mamografia). Um check-up na clínica custa R$ 165,00 e inclui consulta, eletrocardiograma e exames laboratoriais.

Dr Consulta

Atende em 35 especialidades médicas, entre elas ginecologia, oftalmologia, cardiologia, dermatologia, otorrinolaringologia e até odontologia. Os valores das consultas são entre R$ 90 e R$ 120 e o agendamento é realizado no site pelo próprio paciente escolhendo a especialidade, o local e o horário desejados.

A clínica também oferece exames laboratoriais, de imagem, cardiológicos, ultrassom, check-up, pré-natal e audiometria partindo de R$10 (urina, hemograma) aos mais caros como mamografia por R$ 125 e colposcopia por R$ 400.

Dr. Agora

Não exige marcação de consulta prévia para o atendimento e possui preço único de R$ 89,00. Ao chegar à clínica, o paciente passa por uma triagem e é atendido em casos de patologias como amigdalite, sinusite, conjuntivite, resfriado comum, gripe, diarreia aguda, rinite, otite externa e infecção no trato urinário. Em casos mais complexos, é imediatamente recomendado a procurar um pronto-socorro mais próximo.

Clínica Médica Popular em cinco passos

Já vimos que o sistema público de saúde incapaz de atender as demandas da população abriu uma enorme oportunidade de mercado para o estabelecimento e a propagação das clínicas médicas populares no Brasil.

Antes de montar esse tipo de negócio, há pontos-chave nos quais o empreendedor precisa prestar bastante atenção:

Pesquisa de mercado

Visa identificar o nicho de clínicas populares na localidade e região em que deseja abrir o seu negócio. Deve quantificar o mercado local e estratificar, tanto as clínicas médicas populares, quanto a demanda oriunda do “transbordo do SUS”.

É aqui que são feitos levantamentos e comparações de preços praticados, quantidade de atendimentos realizados, público-alvo mais frequente em cada especialidade médica, tipos de exames e procedimentos realizados, entre outros.

Plano de negócio

É o mapa da sua empresa, no qual você sabe o que a sua empresa tem, o ambiente no qual ela está imersa e para onde seu negócio deve ir. Nele, cada uma das questões anteriores deve ser minuciosamente dominada para que haja segurança e precisão na tomada de decisões, como um legítimo empresário do ramo de Clínicas Médicas Populares.

Além disso, define os produtos e serviços oferecidos e o modelo de operação mais adequado para que a empresa cumpra seu objetivo. Por fim, indica os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para a construção de resultados concretos.

Estudos de investimentos

Listagem de todos os itens de investimentos e dimensionamento do valor total dos custos de implantação de uma clínica médica. Fazem parte destes estudos o dimensionamento físico e operacional do negócio, sua forma de implantação (construção ou reforma de imóveis), tipos e preços de equipamentos, serviços oferecidos etc. Nessa fase se conhece quanto será investido na implantação da clínica médica popular e seu dimensionamento econômico-financeiro.

Fontes de investimentos

Identificação das origens dos investimentos financeiros que poderão ser próprios, de terceiros ou de fontes de investidores como bancos ou financistas.

Quando envolve investimentos de agentes financeiros, esta é a parte mais técnica do processo, uma vez que requer um estudo de viabilidade econômico-financeira bem elaborado e tecnicamente elucidativo.

Estudos de perspectivas de negócios

Aqui se avalia mais apuradamente os dimensionamentos de receitas financeiras da empresa, sua lucratividade, retorno de capital investido e expansão do negócio.

Esses cinco passos, podem ser resumidos em apenas dois:

a) Antes de implantar uma clínica médica popular, conheça os detalhes de funcionamento e operação de uma empresa desse porte, pesquise o mercado e monte um detalhado plano de negócio;

b) Faça o levantamento de números necessários para fazer o negócio sair do papel.

 Conclusão

A persistente precariedade dos serviços prestados pelo SUS e o desalinhamento entre os valores cobrados pelos Plano de Saúde e o orçamento familiar do brasileiro médio vem forçando a busca por alternativas para o atendimento médico. Com isso, as Clínicas Populares surgem como um modelo capaz de contemplar as necessidades deste público-alvo que se forma.

Além disso, atendem aos anseios dos investidores da área de Saúde, atentos a oportunidades que evitem os altos custos relacionados aos atendimentos a planos de Saúde.

Esse modelo também é interessante por ser uma fonte de receitas mais “limpas”, já que os pacientes, em sua maioria, pagam diretamente à Clínica pelos serviços prestados. Com preços baixos, alto volume de atendimentos e pagamento direto, tem-se a receita para um negócio bastante lucrativo.

Esse campo fértil também tem atraído bastantes médicos, insatisfeitos com seus ganhos em instituições cuja maioria dos atendimentos é realizada via planos de Saúde, o que viabiliza a formação de equipes competentes.

Desse modo, aos interessados em investir na área, seguir os passos necessários para montar uma Clínica Popular de sucesso é necessário para calcular os riscos e os ganhos em potencial, sempre com o apoio de especialistas da área, para garantir uma maior segurança de retorno do investimento.

Referências

http://exame.abril.com.br/revista-exame/clinicas-populares-avancam-cobrando-r-100-por-consulta/

https://resolveagora.files.wordpress.com/2012/04/clc3adnicas-mc3a9dicas-populares-ebook-grc3a1tis-2.pdf

http://extra.globo.com/noticias/economia/clinicas-populares-crescem-impulsionadas-pela-crise-19632270.html

https://economize.catracalivre.com.br/dicas/%EF%BB%BFclinicas-populares-oferecem-consultas-medicas-e-exames-a-precos-acessiveis/

https://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2017/02/14/quer-abrir-negocio-clinica-popular-e-produto-de-beleza-bombaram-em-2016.htm


POSTS RELACIONADOS

 


SMS ou Whatsapp

SMS ou Whatsapp? Os 5 pontos definitivos para saber qual o melhor para se comunicar com os seus pacientes

SMS ou WhatsApp? O que é melhor na hora de se comunicar com os seus pacientes?

Este artigo trata de situações comuns no cotidiano da clínica, que vão além das rotinas de gestão da agenda.

Ou seja, não estamos nos referindo às mensagens de confirmação ou desmarcação de agendamentos, mas sim das situações de envio de mensagens em massa, ou seja, para vários pacientes ao mesmo tempo.

Podem ser situações do tipo campanhas de estímulo ao retorno, homenagens em datas especiais, felicitações e bons votos em datas comemorativas, avisos de eventos, período de recesso, mudança da programação da clínica, campanhas de vacinação, prevenção de doenças, etc.

E é, justamente, nessas situações em que você se pergunta qual dos dois é o melhor canal.

Como esta pergunta, parece menos óbvia, a princípio, você se faz perguntas relacionadas, como por exemplo, o que eu prefiro usar, SMS ou o WhatsApp?.

Essa pergunta já fica um pouco mais fácil de responder pois, assim como muitos gestores de clínicas, você deve receber de seus pacientes o feedback de que eles não leem muito os SMS, mas estão sempre olhando o Whatsapp.

Diante disso, parece – e apenas parece! – que aplicativos como o WhatsApp são sempre a melhor opção.

Afinal, você e as pessoas do seu meio já mudaram seus hábitos, enviando pelo WhatsApp todo tipo de mensagens antes enviadas por SMS, antes da era do smartphone.

“Pronto, simples assim! Já posso dizer que ninguém usa mais SMS hoje em dia e, portanto, está fora de cogitação nas minhas campanhas”

Em outras palavras: agora você já tem motivos suficientes para bater o martelo e sentenciar o SMS ao calabouço das tecnologias obsoletas, certo?

NÃO, NECESSARIAMENTE !

Esse artigo se propõe a mostrar outros vieses que podem contribuir para decisões mais seguras sobre qual o melhor canal para disparar uma campanha de mensagens para os seus pacientes.

Afinal, decisões seguras avaliam diversas perspectivas e fogem um pouco da lógica binária e excludente do “se um é melhor e deve ser conservado, o outro é ruim e deve ser eliminado”.

Comecemos então, a desenovelar o tema, trazendo-o para um plano de raciocínio mais objetivo.

#1 | Política de uso

Logo no primeiro ponto, fazemos questão de salientar que usar o WhatsApp para marketing, enviando mensagens em massa por meio de um sistema integrado ao mesmo, é proibido pelos Termos de Uso do próprio Whatsapp.

Portanto, para todos os outros pontos, consideramos o envio em massa usando o próprio aplicativo, a partir de dispositivos móveis.

Infográfico Grátis datas comemorativas Saúde Vianet

#2 | Possibilidade de segmentação

Quando se trata de datas comemorativas, ok, basta criar uma lista de transmissão para toda a base de pacientes e está tudo ok.

Entretanto, tomemos um exemplo mais específico:suponha que você vai começar a atender um determinado procedimento estético em sua clínica, muito procurado por mulheres de 30 a 55 anos. Você acabou de adquirir o equipamento necessário e precisa comunicar a novidade.

Sabemos que, se você ficar mandando mensagens promocionais a esmo, é provável que o seu paciente ignore quando você finalmente enviar uma mensagem que seja do interesse dele. Por isso, é imprescindível saber exatamente quem deve e quem não deve receber a mensagem.

Sendo assim, usando o Whatsapp, como você faz para mandar esta mensagem para o público-alvo exato, ou seja, para o grupo de pacientes com probabilidade mais alta de responder à sua campanha agendando esse procedimento estético?

Outro exemplo clássico, e ainda mais ilustrativo: você precisa enviar mensagens estimulando o retorno de todos os pacientes cujo último atendimento foi há 6 meses para manter em dias os cuidados com a saúde.

Assim, temos pelo menos 2 problemas básicos com o Whatsapp:

  1. Imagina o trabalho que dá selecionar na lista de contatos, uma por uma, apenas quem é do sexo feminino

  2. Das mulheres selecionadas, imagine ter que verificar no sistema quais delas tiveram o último atendimento realizado há 6 meses

  3. Se você for bem rápido, depois de perder pelo menos belíssimos 45 minutos de seu precioso tempo com as etapas anteriores, imagine perder mais meia hora filtrando as que tem entre 30 e 55 anos.

Por isso, é recomendável o uso do SMS Marketing para essas finalidades, já que essa tecnologia pode ser integrada a softwares de terceiros para fazer essa segmentação de forma automática para você.

Ferramentas de marketing como a do Saúde Vianet são perfeitas para isso, pois já tem a lista de contatos integrada com o cadastro de pacientes da clínica.

E, como vimos, no artigo que mostra o quão viva é a estratégia do SMS Marketing, o cadastro é a sua ferramenta mais poderosa, justamente por te permitir essa segmentação. 

#3 | Cobertura

Muita atenção para este item. Apesar de a popularidade do segundo estar crescendo num nível alucinante (saiu de 29% em 2013 para impressionantes 80% em 2016!), o bom e velho SMS tem a vantagem de não se limitar aos smartphones.

Ou seja, além de não alcançar os 20% dos aparelhos que não rodam o aplicativo, o Whatsapp não alcança 15% dos smartphones que, simplesmente, não tem o aplicativo instalado.

Já o SMS, é um recurso nativo de absolutamente TODOS os celulares, independentemente do sistema operacional, desde os modelos mais simples até os modernos iPhones. Isso representa um alcance muito maior do que qualquer aplicativo.

#4 | Tecnologia de envio das mensagens

Ponto para o SMS outra vez! Afinal, para enviá-los, é preciso apenas ter uma cobertura telefônica, independente de internet. Isso significa outra vantagem importante: o destinatário receberá o SMS antes da mensagem por Whatsapp se estiver em um local sem internet.

A propósito, o uso do app dependerá do acesso à internet do usuário, por uma rede Wi-Fi ou por um pacote de dados móveis.

#5 | Formatos permitidos

WhatsApp e similares, como Facebook Messenger, Telegram, Viber, Hangouts, Allo, etc., são o que há de mais recente no mercado de mobile messaging (ou mensagens via móvel).

Admitem mensagem mesclando recursos em diversos formatos, como texto, imagem, áudio, ou vídeo com facilidade. E o texto pode ser do tamanho que o usuário quiser, não há limite de caracteres. E tudo isso, apenas com o uso da internet.

O SMS, neste quesito, é muito mais limitado – e não mudou muito desde que foi criado. Só permite curtíssimas mensagens de texto de, no máximo, 160 caracteres.

Entretanto, isso faz com que as campanhas de SMS sejam muito mais objetivas, não se perde muito tempo elaborando material. Tudo isso faz da solução ainda muito útil para quem sabe otimizar e fazer milagre utilizando pouco espaço.

>> PONTO EXTRA

Quando se trata de uma campanha de marketing, é necessário pensar numa forma de garantir que, por mais que a maior parte das pessoas do nosso convívio usem o Whatsapp, não há uma UNANIMIDADE no seu uso. Falamos acima do crescimento assombrosamente rápido da base de usuários do Whats, mas ainda existem outros aplicativos, como Telegram, Viber, Allo, Hangouts, etc. que, embora utilizados numa escala bem menor, acabam dividindo o mesmo espaço. Ou seja, em casos esporádicos, alguns destinatários estarão utilizando um dos aplicativos menos utilizados.

Desse modo, podemos concluir que campanhas de mensagens pautadas no uso de aplicativos de smartphone não garantem que todo o público irá receber a sua comunicação.

Conclusão

Há, sem dúvida, uma disputa por espaço entre os dois canais de mensagem. Entretanto, isso não torna obrigatória a escolha de um em detrimento do outro. No final das contas, cada um tem suas vantagens e desvantagens, e acabam servindo para situações e a mercados diferentes.

Em se tratando de clínicas, SMS e Whatsapp estão longe de serem concorrentes.

Você tenderá a ter resultados muito melhores com o uso combinado das duas estratégias. Cada ferramenta contribui com as suas características. O SMS, com seu alcance bem maior e poder refinado de segmentaç, por diversas razões, e o Whatsapp com os seus conteúdos multimídia.

A comunicação que combina vários meios diferentes garante um relacionamento com diferentes perfis de clientes, com diferentes comportamentos de uso de tecnologia.

E isto, inevitavelmente, se reverte em uma maior gama de pacientes impactados pela sua comunicação e com maior probabilidade de sentirem um atendimento atencioso, humano e de qualidade.

Para saber mais, é só chamar no chat ao lado ou deixe um comentário aí embaixo.

Infográfico Grátis datas comemorativas Saúde Vianet

 


POSTS RELACIONADOS


SMS online

SMS online para pacientes: a estratégia está mais viva do que você pensa

O envio de SMS online para os pacientes é uma ferramenta de comunicação que vem sendo cada vez mais utilizada por gestores de clínicas. Isto ocorre, principalmente, por influência dos diversos estudos sobre a estratégia de SMS Marketing, que mostram que 98% dos destinatários leem os SMS que recebem, sendo 90% deles lidos dentro de até 3 minutosAlém disso, os resultados consistentes espalham a boa fama da estratégia.

Pois é…uma primeira impressão diante desses dados é de que parece um contrassenso da tendência tecnológica, fortemente marcada pela popularização dos aplicativos de mensagens na era dos smartphones e outros dispositivos móveis.

Infográfico Grátis datas comemorativas Saúde Vianet

Mas, desde que se estabeleceu no mercado, com a popularização dos aparelhos de telefone celular, o envio de SMS em massa nunca perdeu a sua majestade. E agora, com a conscientização de que é preciso investir na comunicação com os pacientes para mantê-los sempre por perto, tem sido uma aposta frequente entre os gestores de clínicas e vem gerando resultados cada vez mais consistentes.

Mas, analisando não apenas a tecnologia em si, mas todo o contexto em que ela está imersa, percebemos que o ótimo desempenho das campanhas de SMS Marketing faz bastante sentido.

Uma grande vantagem desta estratégia, por exemplo, é que ao enviar SMS online, a sua comunicação atinge qualquer modelo de telefone celular. Isto porque a tecnologia de SMS está disponível em TODOS os aparelhos, mesmo os modelos mais antigos, que sequer rodam aplicativos.

Não há necessidade de fazer download de aplicativos específicos para receber as mensagens da sua clínica ou de ter intimidade com o uso de um smartphone.

Esté é um tópico relevante quando se trata de públicos com pessoas de gerações anteriores ao boom deste tipo de dispositivos móveis com touchscreen e ainda preferem os modelos mais simples aos smartphones.

Por isso, a estratégia de SMS Marketing é perfeita para:

  • Marketing de prospecção segmentada por cidades, bairros e outros critérios que você escolher
  • Marketing de fidelização segmentada por especialidades, planos de saúde, procedimento realizado, bairros e outros critérios disponíveis no sistema
  • Promover eventos patrocinados ou promovidos pela sua clínca
  • Informar sobre campanhas de vacinação, prevenção de câncer de mama, câncer de pele, etc. 
  • Enviar avisos institucionais da sua Clínica
  • Comunicação transacional sobre pendências financeiras dos pacientes
  • Comunicação relacional sobre os tratamentos em andamento
  • Agendar lembretes automáticos de vencimentos mensais de boletos e carnês
  • Enviar links sobre novos conteúdos como artigos e vídeos publicados em seu site, blog ou redes sociais.
  • E além de tudo isso enviar ofertas, cupons de desconto e promoções

E você só precisa de alguns minutos. Para ser mais preciso, menos de 10. Nesse tempo você consegue executar todas as etapas necessárias para criar uma campanha completa: você cria a sua mensagem, insere um link redirecionando para a página que quiser (se necessário), seleciona o grupo de destinatários e dispara sua campanha de SMS online para dezenas, centenas ou milhares de contatos, a depender do seu objetivo.

Lista de contatos bem segmentada

O seu cadastro é a sua ferramenta mais poderosa. É com ela que você vai segmentar, ou seja, agrupar os pacientes com características em comum que os tornam mais propensos a receber e interagir de maneira positiva com uma determinada mensagem.

Você pode criar segmentos para alcance específico de determinados bairros, regiões, especialidades, planos de saúde, faixas etárias ou outros grupos do seu interesse. As possibilidades são infinitas.

Por isso, é MUITO IMPORTANTE que a sua equipe de recepção mantenha os cadastros dos pacientes o mais completos possível. 

Com o seu público-alvo bem definido, escolha o momento certo para mandar seus lembretes, avisos, ofertas e cupons de desconto, etc.

Painel inteligente

Você precisa ter uma ferramenta que te permita mensurar os resultados das suas campanhas. Após enviar uma campanha de SMS Marketing você precisa ter um painel com informações rápidas e relevantes, para que você possa, sem perder muito tempo, tirar as conclusões mais precisas a partir do que aconteceu em cada campanha.

Um bom painel precisa te mostrar:

  • As confirmações de entrega, para uma avaliação da qualidade da sua lista de telefones cadastrados
  • As confirmações de abertura dos SMS para um gerenciamento em tempo real de como está sendo e da interação dos seus pacientes com a suas mensagens;

Além disso, principalmente para ações que tenham como objetivo direto estimular os pacientes a agendarem novos atendimentos,  é importante que o seu aplicativo de marketing gere relatórios completos e inteligentes que te permitam:

  • Aferir os novos agendamentos gerados por conta da campanha, para medir a eficácia real dela;
  • Mensurar as receitas geradas com a nova campanha

Com isso, você terá um bom aparato gerencial para tomar as melhores decisões sobre as quais ajustes podem ser feitos nos aspectos das campanhas para torná-las cada vez mais efetivas.

Envio de SMS online a um clique

Já no nível operacional, o seu aplicativo de marketing precisa permitir que você:

  • Crie e arquive modelos para usos em diversos disparos, para públicos e ocasiões diferentes.
  • Utilize a tecnologia de SMS curto para solicitar e receber respostas de seus pacientes quando necessário.

Gostaria de testar, qual o jeito mais fácil?

Você pode ter auxílio de um especialista em comunicação com pacientes, que poderá criar alguns modelos de SMS e deixá-los disponíveis no Aplicativo de Marketing do Saúde Vianet, de acordo com a sua especialidade. Além de auxiliar na criação das mensagens, você já pode deixar agendado o envio de algumas campanhas de SMS online por semana, conforme disponibilidade de créditos na sua conta.

Para saber mais, é só chamar no chat ao lado ou deixe um comentário aí embaixo.

Infográfico Grátis datas comemorativas Saúde Vianet


POSTS RELACIONADOS